Pular para o conteúdo principal
Projetos de Kaizen - Chave mestra para a Melhoria Continua
em ter, 28/05/2019 1:01 PM
Kaizen
Gestão da Produção

Quer melhorar o seu trabalho? Então, você precisa conhecer o método Kaizen.

Mais conhecido pela aplicação no mundo empresarial, o Kaizen é uma filosofia japonesa que ganhou destaque nos últimos anos, por ser responsável pelo crescimento de empresas internacionais como a Toyota, Zara e Bosch. Essa filosofia tem como missão aumentar a rentabilidade, melhorar a produtividade e racionalizar os investimentos, através da eliminação de desperdícios, controlo de qualidade, entrega do trabalho a tempo e definir padrões de trabalho. Veja como conseguir isso! 

O que é Kaizen?
De origem japonesa, Kaizen é uma palavra constituída de dois ideogramas: Kai, que representa mudança, e o Zen, virtude ou bondade. Resumindo, Kaizen significa mudança para melhor e é uma ferramenta utilizada para a melhoria contínua. O Kaizen surgiu no Japão após a Segunda Guerra Mundial (década de 50), e o seu conceito tem origem industrial. Com o término do conflito o país se viu devastado e o governo deu início a diversos projetos nas áreas de gestão e administração, com o objetivo de reestruturar os processos industriais para que empresas japonesas voltassem a ser competitivas globalmente. Dessa forma, iniciou-se o estudo de projetos focados em qualidade, o que fez surgir o Método Kaizen de melhoria contínua, hoje utilizado pelo mundo inteiro. A metodologia baseia-se nas questões socioculturais do Oriente, segundo as quais todos os indivíduos em uma empresa devem estar comprometidos com redução de custos, redução de desperdício e aumento de produtividade. Enfim, o objetivo é fazer pequenas mudanças, ao longo de um período de tempo, para criar melhorias dentro de uma companhia, que tenham impacto no futuro. Apesar de ter ficado conhecida pela sua aplicação nas grandes empresas, a filosofia Kaizen também pode ser aplicada para melhorar a sua eficiência pessoal no trabalho.

Para que serve o Kaizen?
Kaizen é uma ferramenta de Lean Manufacturing (Manufatura Enxuta) que melhora tanto a qualidade quanto a produtividade, a segurança e a cultura no local de trabalho. De acordo com a metodologia, a aplicação de pequenas mudanças diárias resulta em grandes melhorias ao longo do tempo. O método Kaizen tem uma particularidade pois, para que realmente funcione, todos os colaboradores – do CEO aos funcionários do chão de fábrica – fazem parte do processo de aplicação.

 Quais as principais vantagens do Kaizen:
- Melhoria na qualidade
- Redução de custos
- Aumento na satisfação do cliente
- Mais segurança
- Redução de desperdício na empresa
- Aumento de produtividade

E já que estamos falando do objetivo do método Kaizen, temos que destacar que além dos benefícios citados, ele melhora a cultura geral da empresa e aumenta a retenção de funcionários, além de: - Melhorar a comunicação e cooperação entre os colaboradores; - Melhora a moral das equipes e a satisfação dos funcionários; - Garante mais investimento pessoal na empresa entre funcionários e gerentes.

Onde o Kaizen pode ser aplicado?
Como mencionamos, para que ele funcione todos os colaboradores envolvidos nas mudanças a serem realizadas devem fazer parte do processo de aplicação do método Kaizen. Praticamente todas as áreas podem adotar o Kaizen, contudo, seu foco é nos pontos nos quais são identificadas a possibilidade de maior retorno financeiro.

Áreas da empresa que geralmente necessitam de soluções pra ontem são aquelas que conseguem responder rapidamente às insatisfações de clientes, como desenvolvimento de produto, tecnologia, entre outras. Ao ter uma carteira de clientes insatisfeitos, a consequência será sentida no fluxo de caixa, por isso há a importância de pensar em melhoria contínua nesses setores.

Projetos com impacto considerável nos lucros da empresa – como melhoria da qualidade do serviço ou produto, melhoria de processos produtivos e redução de custos de produção, por exemplo – também são alvos da metodologia Kaizen.

Portanto, suas atividades abrangem melhorias em várias áreas, incluindo:
- Qualidade: melhorias em produtos, serviços, ambiente de trabalho, práticas e processos;
- Custo: redução de despesas, de mão de obra, de utilização de material, de energia e recursos;
- Entrega: redução do tempo de entrega;
- Gestão: melhorias nos procedimentos, nos fluxos dos processos, na administração, nos sistemas de informação e na elaboração de documentação e relatórios.
- Segurança: melhoria nas condições de trabalho e redução dos danos ao meio ambiente.

Destacamos que, apesar de o Kaizen ter nascido na manufatura, ele pode ser aplicado também em outros setores, como Finanças, Tecnologia da Informação, Saúde etc.

Como funciona a metodologia Kaizen?
Kaizen é um processo lento de melhoria, mas contínuo. Isso significa que as mudanças não são rapidamente implementadas. Além disso, as melhorias, ao invés de serem sugeridas por uma equipe externa ou por pessoas fora da área, são sugeridas pela pessoa que faz o trabalho. A filosofia por trás do Kaizen é comumente creditada ao Dr. W. Edwards Deming.

Em seu livro “Out of the Crisis“, o Dr. Deming compartilhou sua filosofia de melhoria contínua, explicando como a mesma deve funcionar: Para se tornar competitivo, permanecer no mercado e oferecer empregos, crie constância de propósito que visem a melhoria de produtos e serviços. Como você pode ver, a filosofia Kaizen vai além da melhora da produtividade.

Quando executado corretamente, o método humaniza o local de trabalho, elimina trabalhos e processos desnecessários e ensina as pessoas a detectar e eliminar o desperdício nos processos de negócios.

Deixe seu Comentário

POSTS RELACIONADOS

Você também pode gostar dos posts abaixo: